• Admin

Redes sociais geram vendas na odontologia?


Se você é como a grande maioria dos profissionais de odontologia que nós assessoramos na nossa consultoria de marketing para dentistas, já criou sua página no Facebook, impulsionou seus posts no Facebook Ads e...não teve resultados. Se esse é seu caso saiba que você não esta sozinho.


  Pode até ser que com o grande número de cursos de Facebook para dentistas, de "gurus de marketing para dentistas" proliferando por aí insistindo para você que bastava fazer uma boa segmentação do público alvo, publicar conteúdo de qualidade e impulsionar suas publicações que sua agenda "lotaria de pacientes", então suas expectativas foram lá para cima, não é mesmo?


  Pesquisa divulgada em Agosto de 2017 pelo eMarketer mostrou que no mercado norte-americano poucos consumidores estão fazendo compras depois de verem um anúncio na internet. Isso em um mercado muito mais evoluído e consumista que o brasileiro. O estudo mostrou que apenas 4% das pessoas acima de 13 anos impactadas por um anúncio no Instagram fizeram alguma compra do produto ofertado.


  O Facebook até se saiu melhor em relação ao percentual de conversão de compras. Quase 16% das pessoas que viram um anúncio no Facebook compraram algum produto que viram anunciado nessa rede social.


 Mas atente-se para o fato que a pesquisa reflete números de compras de produtos físicos, geralmente vendidos em anúncios nas redes sociais que direcionavam para compras em lojas de e-commerce online.


  E quanto a serviços de odontologia? Será mesmo que o internauta que esta navegando no Facebook toma alguma atitude de compra em relação ao serviço de odontologia?


  Logicamente, nos sabemos que o serviço de odontologia é um serviço de compra especializada e não é decidido com um único clique do mouse. Além disso, trata-se de uma demanda negativa, as pessoas não estão ativamente buscando por serviços odontológicos. E ainda existem as restrições publicitários do CRO que impedem que os anúncios tenham um apelo comercial.


  Acontece que as redes sociais não pegam os clientes no seu melhor momento para compra. Geralmente as pessoas quando estão navegando nas redes sociais, estão com o "modo compra" desativado. Ou seja, elas estão ali para relacionamento, descontração e muito menos propensas a comprar.


  O internauta pode até ver alguma coisa interessante no momento que esta navegando e dar um like, passar a seguir a página da clínica ou consultório, mas dificilmente toma uma atitude de conversão, do tipo, pegar o telefone e marcar uma consulta.


  Isso também acontece porque 99,9% das fan pages de clinicas odontológicas no Facebook carecem do principal elemento de conversão: o call to action, ou chamada para a ação. 


  A chamada para ação é o elemento que diz ao internauta o que ele deve fazer, por que ele deve fazer e como ele deve fazer uma determinada ação.


 Como consultoria de dentistas navegamos diariamente nas páginas de clínicas odontológicas de dezenas de clínicas espalhadas pelo país todo e o que mais vejo é uma repetição de mais do mesmo: dicas e mais dicas sobre saúde bucal, "videozinhos legais", muitas curtidas, muitos likes e até compartilhamentos. Isso é somente dar informação grátis. Não existe estratégia ai.    Mas a pergunta que fica é? Quantos pacientes fecharam um plano de tratamento nesse último mês vindo da sua página no Facebook? Muitos não é resposta! Qual o valor médio do ticket de compra? Qual o custo de cada conversão? Pergunta para sua agência? Será que ele sabe? Duvido muito...


  O fato é que a maioria dos dentistas confundem as chamadas métricas da vaidade (likes, views, etc) com resultados reais (número de pacientes atendidos, valor de tratamentos vendidos, etc). Não há nada de errado em investir em branding, ou seja, fortalecimento da sua marca. Para isso o Facebook e demais redes sociais são excelentes. A pergunta que fica é? Você tem orçamento disponível para investir em branding?


  Se você é como a maioria dos nossos clientes de consultoria de marketing odontológico, cada real investido em propaganda deveria retornar no mínimo no dobro em vendas.


Conclusão


  Ou seja, concluindo podemos afirmar que redes sociais são importantes sim, mas muito mais para branding, para fortalecimento de marca do que para vendas reais.

  Em marketing odontológico nunca apoie sua estratégia de captação de clientes em apenas um meio. É preciso montar um plano de marketing odontológico sério e bem definido para ter os resultados que você realmente precisa.


  Se você gostou dessa informação, compartilhe com seus colegas que podem aproveita-lá. Se quer ajudar de uma empresa especializada em consultoria para dentistas, entre em contato e um consultor de dentistas vai ligar para você e lhe dar toda assessoria de marketing odontológico que você precisa.


Sênior Marketing

Marketing para dentistas