• Admin

Como investir em marketing para clínicas médicas e odontológicas em tempos de coronavírus


Marketing para clínicas médicas e odontológicas na pandemia

O foco agora não deve ser somente em atrair novos pacientes a qualquer custo,mas sim ajudar aos seus atuais e potenciais pacientes de alguma forma.


Estamos bem no meio de uma pandemia, uma grave crise de saúde com forte reflexos na economia e tudo indica que os reflexos desse momento vão durar por um bom tempo.


Diante de todo esse cenário as clínicas odontológicas e médicas, especialmente aquelas que trabalham com procedimentos estéticos já tiveram uma queda considerável no seu faturamento, obrigando-as a congelar seus projetos de investimentos futuros.


Mas será que é hora de cancelar os investimentos em marketing da sua clínica médica ou odontológica?


De jeito nenhum você deveria fazer isso. São as ações de marketing da sua clínica que ajudarão a atravessar essa turbulência toda que o mercado está passando e fará com que sua clínica chegue viva ao final da crise.


É o marketing que fará com que sua clínica seja lembrada quando o consumidor / paciente voltar a sua "normalidade". Parar o marketing odontológico e médico da sua clínica em tempos de crise, é determinar a morte certa, ou pelo menos, a queda considerável da sua geração de negócios.


Não pare o seu marketing, adeque


É certo que provavelmente sua receita caiu muito e dificilmente será possível manter o mesmo nível de investimento em marketing na sua clínica.


Mas, nem faz sentido manter o mesmo nível de investimento, pois um bom marketing médico odontológico e médico se divide em ações de captação de captação de pacientes e campanhas de marketing institucional.


Ainda dentro desse contexto, o marketing para captação de pacientes pode ter o foco no público externo (novos pacientes) e na recompra de novos serviços pela sua lista de pacientes e ex-pacientes.


Não faz sentido durante a pandemia quando todos estão travados dentro de casa manter ações de marketing de captação de novos pacientes com campanhas ativas seja qual for o canal de marketing utilizado.


Mas, logicamente algum tipo de investimento em marketing na clínica precisa ser mantido para que sua clínica seja lembrada. O marketing de conteúdo é uma ótima ferramenta nesse momento difícil, pois além de menos invasivo, ele mantêm a imagem da sua marca na memória dos pacientes que vão lembrar da sua clínica quando essa crise passar.


A depender do segmento que sua clínica atua, vale a pena focar na produção de conteúdo educacionais (vídeos, e-books, artigos, lives, etc.) não focados nas vendas de serviços e na captação de pacientes, mas em lembrança de marca.


O errado nesse momento complexo é tentar manter campanhas de vendas ativas. O seu público-alvo pode entender que a sua clínica está desesperada e se aproveitando de um momento muito sensível para lucrar.


Ter um posicionamento de marketing médico e odontológico correto nesse momento vai influenciar diretamente nos resultados da sua clínicas nos próximos 6 a 12 meses.


Infelizmente o que temos acompanhado no mercado de saúde durante a pandemia são duas faces completamente opostas da mesma moeda adotadas pelos proprietários de clínicas médicas e odontológicas:


A - Cortam qualquer investimento em marketing e abandonam completamente a comunicação com o mercado.

B - Continuam investindo em comunicação com o mercado com se a crise não existisse.


O que todo empreendedor da área de saúde deve se conscientizar nesse momento é de que a crise em algum momento vai passar, as pessoas vão voltar a consumir produtos e serviços, em menor escala, haverá uma mudança de comportamento, mas uma coisa é garantida: marcas que não se comprometeram com os seus clientes serão simplesmente esquecidas!


Nesse sentido, algumas grandes redes de franquias de odontologia e de medicina adotaram rapidamente uma postura correta de mercado, fechando suas clínicas em um primeiro momento, conforme orientação das autoridades de saúde, mas mantendo canais abertos de comunicação com seus clientes e seguidores, seja nas redes sociais, por telefone, WhatsApp e inclusive introduzindo a videoconferência para tirar dúvidas de clientes em quarentena.


Sem dúvida alguma, agora já no retorno lento da abertura de mercado essas clínicas que continuaram investindo em marketing de forma assertiva terão melhores resultados, ainda que não como antes, do que aquelas que simplesmente cortaram os investimentos em marketing odontológico e médico.


Conclusão


A pior decisão de qualquer empresário do segmento de saúde nesse momento é cortar os investimentos em marketing das suas clínicas médicas e odontológicas.


O correto a se fazer é calibrar suas mensagens de marketing para que a sua marca saia mais fortalecida e com um vinculo maior com seus pacientes e comunidade em geral após o fim da pandemia.


Se você gostou desse artigo compartilhe com seus amigos e conhecidos. Se deseja receber mais informações sobre gestão, marketing e vendas para empresas do setor de saúde, assine nossa newsletter!


Senior Marketing

Gestão, marketing e vendas para empresas de saúde

(11) 3254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br