• Admin

Como elaborar campanhas de marketing para clínicas odontológicas


Se o número de pacientes diminuiu está na hora de montar uma campanha de marketing que capte os melhores pacientes para sua clínica


Todo negócio sofre com a sazonalidade e com os solavancos da economia. Na Odontologia não é diferente.


Em tempos de economia ruim, o dinheiro fica curto e as pessoas passam a tomar mais cuidado nas suas decisões de consumo.


Dai vem a importância de incentivar e impulsionar os potenciais pacientes a voltarem a frequentar sua clínica e contratarem seus serviços. Para isso, nada melhor do que montar uma campanha de marketing para sua clínica odontológica.


O que são campanhas de marketing


Conforme ensinamos em nossa consultoria de marketing para dentistas, campanhas de marketing odontológico são diferentes de um plano de marketing odontológico. O primeiro pode até fazer parte do segundo, mas não são sua totalidade.


No planejamento de marketing existe um trabalho de planejamento em média a longo prazo (3 a 5 anos) que envolve outras coisas atividades de promoção da clínica.


Uma das formas de promover uma clínica odontológica é fazendo campanhas de marketing. Mas não se assuste com esse termo. Campanhas de marketing na odontologia não tem nada a ver com o que vemos no Varejo e no comércio em geral.


Vamos abaixo, descrever alguns passos fundamentais para montar uma campanha de marketing para uma clínica odontológica. Sempre é bom contar com a assessoria de uma empresa especialista em marketing odontológico ou no mínimo com um consultor especializado em marketing com conhecimentos em prestação de serviços.


01 – Defina os seus objetivos


O primeiro e mais importante passo de qualquer campanha odontológica é saber o que você atingir como resultado da sua execução?


- Tornar a clínica mais conhecida?

- Aumentar a venda de um serviço específico (ortodontia, implantes, estética dental, etc)?

- Informar ao mercado o domínio de uma nova tecnologia?

- Mudar o posicionamento de marca (de popular para premium, por exemplo)?


Um erro muito comum que encontramos em clientes das nossas consultorias de gestão e marketing para odontologia e que já fazem campanhas de divulgação é o de não ter um objetivo claro e quantificável (metas), ou ter múltiplos objetivos na mesma campanha.


Se você, como gestor da sua clínica, definir por exemplo que seu objetivo de campanha é atrair mais pacientes, precisa descer um pouco mais o nível de detalhe:


01 – Quantos pacientes?

03 – De quais especialidades?

04 – Em quanto tempo?


Somente detalhando seus objetivos e metrificando será possível saber se os resultados da execução da campanha estão dando certo ou não. Para isso, mais a frente vamos explicar como funciona a fase de controle quando você coloca a campanha para rodar (execução)


02 – Defina o público alvo da sua campanha


Se você definiu corretamente os objetivos da campanha já vai ter feito 50% do trabalho de definição do público alvo da sua campanha.


Não cometa o erro que vemos com frequência em nossa consultoria de marketing para dentistas, onde tutorados por “agências de marketing” que não entendem o comportamento de consumo das pessoas quando se refere a serviços de saúde, usam critérios de segmentação válidos para o comércio (classe social, escolaridade, nível de renda, etc) para segmentar o público para ações de marketing odontológico.

Em se tratando de divulgação de serviços odontológicos, o perfil comportamental dos clientes interessa muita mais que sua classe social.


Quem já no mercado de odontologia há algum tempo com certeza já passou pela situação de encontrar pacientes com baixos rendimentos e que contratam, e pagam tratamentos de alto valor, ao passo que, pacientes com alto poder aquisitivo sentem-se ultrajados ao receber orçamentos (justos) de tratamentos de valores mais altos.

Isso acontece, porque o que entra em cena aqui é o comportamento social do paciente em relação a serviços de saúde. Nesse caso, os fatores renda e escolaridade tem pouca relevância.


Mas, o mais importante afinal é saber PARA QUEM você vai dirigir sua campanha. De nada adianta fazer uma campanha “genérica” e com um público alvo disperso e amplo. O resultado quase sempre é baixo ou nulo.


03 – Escolha os canais corretos de comunicação


A grande maioria das clínicas e das “agências e consultores de marketing odontológico” que não entendem nada do que estão falando, começam pelo fim: pelas ferramentas de mídia.


Então, se você está pensando em divulgar sua clínica e o primeiro passo que deu foi pensar nos canais de comunicação (Facebook, Instagram, Google, Youtube, Blog, Jornal, Revista, etc), de dois passos atrás e comece executando os itens 1 e 2 desse tutorial.


Depois que você define seus objetivos e metas, escolhe o mercado alvo aí sim vai definir onde encontrar esses potencias clientes.


Não caia na conversa fiada de agências e consultores que só conhecem o canal digital. Pode até ser que “todo mundo está na internet”, mas nem todo mundo compra algum serviço de saúde porque viu o seu anúncio na internet.


Existem centenas, para não dizer milhares de possibilidades de levar sua mensagem promocional para o seu público alvo. Na dúvida, contrate uma empresa de marketing odontológico para obter melhores resultados.


Conclusão


Esse artigo é um resumo de uma estratégia bem maior que deve ser executada para captar mais pacientes para uma clínica odontológica.


De fato, algumas partes foram deixadas de fora, pelo bem da objetividade do artigo. Se você quer montar uma estratégia de divulgação e captação de pacientes para sua clínica odontológica, entre em contato conosco e converse com um consultor de

marketing para dentistas.


Senior Marketing

Marketing para dentistas