• Admin

Como atrair pacientes pelas redes sociais




As redes sociais são um fenômeno isso todo mundo já sabe. É difícil encontrar alguém que não participe de pelo menos uma rede social. Especialmente perante o público mais jovem.


  Então, se você tem um serviço de saúde é importante ter presença nas redes sociais. Mas é preciso ter uma estratégia correta. Vou pular aqui aquele básico do básico que você vai encontrar na internet aos montes, onde os "gurus" te ensinam a diferença entre páginas pessoais e fan pages, os melhores horários para postar e "sacadas" do tipo. Isso é bem superficial. Se você ainda não conhece esse termos, sugiro que volte ao Google ou ao Youtube e veja os vídeos desse pessoal que posta esse tipo de conteúdo que é bem básico e superficial, depois volte aqui e aprenda de verdade

como captar pacientes pelas redes sociais.


1 - Seja diferente de todo mundo


  Se você for mais um dentista, mais uma clínica médica ou mais um fisioterapeuta que vai postar dicas, truques ou videozinhos legais na internet falando dos mesmos assuntos, da mesma forma, do mesmo modo automático que todos os outros profissionais da sua área, esqueça...não vai dar certo.


  Fala-se muito em postar conteúdo de interesse dos pacientes nas redes sociais. Claro, isso é básico. Mas postar conteúdo interessante sem uma estratégia clara é dar informação grátis! Não vai gerar nada mais do que likes, views e compartilhamentos. Isso não coloca pacientes na sua cadeira.


  Você precisa se destacar. Isso exige investimento. Sim, investimento. Então se aquela agência de marketing te prometeu que vai postar o "conteúdo diferenciado" para você 3 vezes por semana, meu conselho é: FUJA!


   Veja bem, como você vai ser diferenciado fazendo a mesma coisa dos outros. Você tem que criar a sua proposta única de valor. Isso se traduz dando a "sua cara" na comunicação da sua clínica nas redes sociais.


  Sua página nas redes sociais tem que ser visualmente bonita, o texto tem que ter uma redação com início, meio e fim e precisa ter um propósito que é o que veremos a seguir.


2 - Diga ao visitante o que fazer


  Você posta um vídeo no seu Facebook sobre os tipos de aparelhos ortodônticos e no final se coloca a disposição. O resultado: zero consultas!


  Por que isso acontece? Porque você não disse ao cliente o que fazer. Sua comunicação tem que ser um comando. Toda propaganda (um vídeo é uma propaganda disfarçada) deve ter 4 partes:

  • O que

  • Como

  • Porque

  • Ação

  Quer um exemplo: Pegando o exemplo do vídeo da ortodontia acima, o dentista poderia criar um vídeo explicando O QUE causa dentes desalinhados. A seguir ele pode explicar COMO tratar esse tipo de problema mostrando as diversas formas de correção, mas ele precisa justificar PORQUE é importante fazer isso utilizando elementos lógicos e emocionais. Por fim ele deve o dar o comando final ou seja, a AÇÃO que ele deseja que quem esta assistindo o vídeo deve fazer. Essa ação pode ser clicar em um link e fazer um agendamento, ligar para um telefone para marcar uma consulta, mandar um email ou qualquer outra comando. Uma ação tem caráter diretivo. É bem diferente, de "estar à disposição" do que depois de uma argumentação lógica "ordenar" uma ação,


3 - Faça o folow-up


  As redes sociais não podem ser um fim em si em mesmas. O que isso quer dizer? Muitos profissionais de saúde acreditam que o paciente vai sair direto de uma postagem para seu consultório. Isso as vezes acontece mas nem sempre.

  De fato, quando um potencial paciente curte uma postagem, fazer algum de interação, fazendo uma pergunta ou procura mais informações ele pode ainda não estar pronto para se transformar em um cliente. Isso não quer dizer que você deve abandona-ló.


  Existe um processo muito comum para quem trabalha com vendas que chama-se folow-up, ou seja, você deve continuar a acompanhar as pessoas que manifestaram algum interesse pelo seu serviço mas quem ainda não marcaram uma consulta e se transformaram em paciente.


  Imagine a seguinte situação: você faz uma postagem no seu canal do Facebook sobre um tema interessante para seus fans. Por exemplo, se você é dentista ortodontista, poderia gravar um breve vídeo explicando os diversos tipos de aparelhos ortodônticos e indicar que quem clicar no link disponibilizado no final do vídeo vai ter acesso a um formulário onde poderá baixar um e-book com 15 dicas sobre saúde bucal. Em troca ele fornece seu email.


 Muitas das pessoas que baixaram seu e-book não estão prontas ainda para contratar nenhum serviço odontológico, apesar de manifestarem claramente interesse por cuidados bucais. O que fazer então: Usar essa concessão que ele te deu, ou seja, o seu email, para se relacionar com ele enviando mais conteúdo relevante. 

  No momento em que ele estiver pronto, ou que a necessidade do serviço odontológico surgir, ele naturalmente vai lembrar de você, porque você o "seguiu" durante todo o tempo, não incomodando-o com propaganda ou tentando vender alguma coisa, mas sim, educando-o, "nutrindo-o" com dicas, tutoriais, mais vídeos uteis dentro daquilo que o interessa.


Conclusão


  Para atrair pacientes pelas redes sociais é necessário ter uma estratégia bem clara e definida. Ela começa com o conteúdo que é o meio mas não fim. Fornecer conteúdo de qualidade sem um objetivo bem definido e quantificável é dar informação de graça. 


  Se você já fez todos os cursinhos online e tentou aplicar sozinho as fórmulas que te passaram para captar pacientes pelas redes sociais e não teve sucesso, entre em contato conosco e conte com a ajuda de uma equipe de profissionais especializados em marketing para saúde.


Sênior Marketing

Gestão de marketing para saúde