• Admin

A importância do capital de giro para clínicas odontológicas


Capital de giro para clínicas odontológicas

Administrar uma clínica odontológica é um enorme desafio. Além da parte técnica e do atendimento aos pacientes é preciso cuidar da saúde financeira da empresa.


Seja uma clínica de pequeno, médio ou grande porte, ou ainda uma rede de clínicas odontológicas, com o aumento do número de concorrentes é preciso fazer bem mais do que ser qualificado tecnicamente para ser bem sucedido no negócio de odontologia.


E em relação a parte financeira, uma área que exige grande atenção em uma clínica odontológica é a de gestão de capital de giro.


Colocado de forma simples, o capital de giro é o montante de capital reservado para que a clínica possa continuar realizando suas operações e atividades profissionais.


Em uma clínica odontológica, o capital de giro pode ser utilizado para compra de material de consumo (luvas, seringas, etc.), pagar fornecedores (dentais. laboratórios, etc.) e mesmo o pagamento dos colaboradores.


Ou seja, o capital de giro de uma clínica odontológica é todo o dinheiro necessário para financiar as operações do dia a dia, de maneira que a clínica continue atendendo seus clientes e honrando com seus compromissos.


Mas, afinal de contas, por que ter capital de giro na clínica é importante? Para falar da importância do capital de giro para clínicas odontológicas nos escrevemos esse artigo listando os principais motivos. Acompanhe!

O capital de giro mantêm a clínica nos primeiros meses


Quando você abre uma clínica odontológica ela passa a ter uma série de desembolsos, como aluguel, contas de consumo, despesas de material e nem sempre o volume de pacientes nos primeiros meses consegue suprir os valores gastos.


Afinal, nesse período inicial a clínica ainda não é conhecida e os gastos costumam ser altos, gerando um desencaixe financeiro entre os pagamentos e recebimentos.


Portanto, o capital de giro é um recurso financeiro fundamental para clínicas iniciantes.


Nosso conselho, seja bastante pessimista quanto a reserva de capital de giro necessário para o funcionamento da clínica que está iniciando.


O capital de giro financia os seus pacientes


É o capital de giro que permite que sua clínica financie os tratamentos do seus pacientes.


Quando você vende um procedimento, seja ele um protocolo de implantes, um tratamento estético ou qualquer outro tipo de procedimento, e permite que seu paciente pague em parcelas (3 X, 6 X, 12 X, etc.) está financiando o seu paciente. Para isso estará queimando o seu capital de giro.


Com o capital de giro a clínica poderá suprir as eventuais lacunas de caixa, além de continuar podendo vender os seus tratamentos a prazo. Essa é sem um dúvida uma vantagem competitiva. Clínicas mais capitalizadas, ou seja, com mais capital de giro, sempre estão em melhores condições de negociação.


O capital de giro garante o controle financeiro da clínica


Infelizmente, para a grande maioria das clínicas brasileiras a gestão do caixa é uma ferramenta incipiente e ignorada.


O capital de giro funciona como uma rede de proteção para a clínica. Em momentos de dificuldades financeiras, clínicas com folga de giro suportam melhor momentos de baixas nas vendas em virtude de fatores sazonais ou crises temporárias.


Conclusão


Esperamos que você tenha entendido a importância do capital de giro para clínicas odontológicas.


Se quer saber mais sobre esse e outros assuntos de gestão para clínicas odontológicas, assine nossa newsletter.



Senior Marketing

Gestão de clínicas odontológicas

(11) 3254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br