• Admin

5 passos para abrir um consultório odontológico


Como abrir consultório odontológico

Estamos chegando ao final de mais um ano (2019) e você está decidido que o próximo ano vai ser o seu ano!

Como profissional de odontologia você sonha com os dias em que vai abrir seu próprio consultório, decora-ló do jeitinho que sempre sonhou, contratar sua secretária e começar a atender os seus pacientes.


Tudo parece muito certo e rápido falando assim, mas o fato é que abrir uma pequena empresa no Brasil e um consultório é uma pequena empresa, ainda que você trabalhe como pessoa física, dá mais trabalho do que você imagina.


Mas não se preocupe, nós vamos te passar nesse artigo 5 passos para abrir um consultório odontológico que vai ajudar você a realizar o seu sonho e ter muito mais chances de sucesso.


Os 5 passos para abrir um consultório odontológico de sucesso:


Dica 01 - Parte burocrática precisa de um contador

Nós sabemos que existem muitas dúvidas quanto a parte burocrática de se abrir um consultório.


São necessárias licenças específicas, autorizações de prefeitura, de corpo de bombeiros e finalmente da Anvisa.


Se você for atuar como pessoa jurídica vai precisar constituir uma empresa e nesse caso os trâmites burocráticos são ainda maiores.


A dica de ouro aqui é contratar um bom contador. O contador é o profissional que tem todo o know-how necessário para conduzir você em todo o processo de licenciamento do seu consultório perante as autoridades, sejam elas municipais, estaduais ou federais.


O contador também vai poder ajuda-ló a definir qual o melhor regime de tributação que você deve se enquadrar no primeiro ano de funcionamento do seu consultório odontológico.


É que você pode fazer uma estimativa de faturamento mensal e apresentar para o seu contador. A partir daí ele vai poder definir qual o melhor enquadramento, se o Simples Nacional ou lucro presumido, por exemplo.


Você deve estar pensando: como vou saber o faturamento que terei se nem abri as portas?


Para isso você deve contar com uma boa assessoria para abrir um consultório que vai ajuda-ló exatamente com o segundo item da nossa lista de 5 passos para abrir um consultório odontológico. Acompanhe!


02 - Elabore um plano de negócios


Na verdade esse item deve ser o primeiro a ser executado para quem pretende abrir um consultório odontológico.


Estatísticas de Órgãos como o SEBRAE demonstram que 1 em cada 3 empresas fecham as portas no primeiro ano. O principal motivo é falta de planejamento.


A maioria dos brasileiros não gosta de investir dinheiro em planejamento e esse despreparo acaba fazendo com quem gastem todo o dinheiro que tem "batendo a cabeça" quando o consultório já está aberto.


O plano de negócios é um documento de planejamento que contêm entre outras informações:


  • A descrição da oportunidade de negócio;

  • O público-alvo do consultório;

  • A descrição dos serviços;

  • A precificação;

  • Análise dos concorrentes;

  • Previsão de vendas (que o contador utilizará para calcular a melhor forma de enquadramento tributário);

  • Estratégias de marketing;

  • Custos e despesas para rodar a clínica mensalmente;

  • Investimentos e despesas previstas para montagem do consultório;

  • Etc, etc, etc.


De fato, para quem quer abrir um consultório odontológico o plano de negócios é uma ferramenta indispensável.


03 - Escolher o ponto comercial


Os americanos que são mestres na arte do marketing costumam dizer que existem 3 elementos responsáveis pelo sucesso de um negócio:


01 - Localização;

02 - Localização;

03 - Localização;


De fato, a localização do ponto comercial onde você vai abrir seu consultório odontológico é decisivo para o futuro do negócio.


Estar em um ponto comercial que tenha boa visibilidade, grande fluxo de pessoas e facilidade de acesso é primordial, principalmente se você está começando agora o seu consultório e não tem uma carteira de clientes formada.


Procure dar preferência para locais que são polos comerciais e centros de compras que são referências em uma determinada região.


Ruas e avenidas com grande movimento de veículos que são ligação de outros locais, considerados pontos de passagem devem ser evitados.


Grandes corredores de trânsito usados pela população para ir do ponto A para o ponto B não são boas referências para consultórios odontológicos porque as pessoas não vão parar por ali para uma consulta.


Os melhores pontos comerciais são aqueles com alta concentração de pessoas que tem características semelhantes ao seu público-alvo.


Nem sempre ter concorrentes em alta concentração por perto é um problema. Pode ser uma região já consolidada para a busca de serviços de saúde e as pessoas da região estão acostumadas a ir até lá para buscar por dentistas. Avalie com cuidado.


Na Senior Marketing nós utilizamos ferramentas de Geomarketing para localizar o melhor ponto para a abertura de um consultório odontológico.


Com o auxílio dessas ferramentas é possível ver o perfil da população residente e flutuante no entorno de um determinado imóvel aumentando em muito o grau de acerto na escolha do ponto.


04 - Tenha um plano de captação de pacientes


Todo consultório odontológico precisa de pacientes. Isso parece obvio. Mas é impressionante a quantidade de consultórios odontológicos por ai sem um sistema de captação de pacientes estabelecido.


Abrir um consultório odontológico e não saber o que fazer para captar pacientes é um erro terrível que contribui para engrossar as estatísticas de fechamento prematuro de negócios do SEBRAE.


Para aumentar as chances do seu consultório odontológico um passo fundamental é reservar recursos financeiros e ter estratégias de captação de pacientes prontas para funcionar.


Se você quer saber mais sobre como captar pacientes para seu consultório odontológico existem vários artigos aqui no nosso blog. Fique atento!


05 - Não invista todo seu capital na montagem do consultório


Um dos 5 passos para abrir um consultório odontológico mais importantes tem a ver com a disponibilidade de capital de giro.


O capital de giro é a quantidade de recursos financeiros que você precisa ter disponível para quitar todas as obrigações do seu consultórios (fixas e variáveis) caso seu percentual de vendas seja insuficiente.


Um enorme erro que vemos recorrentemente de profissionais que estão abrindo seu primeiro consultório é investir tudo que tem em equipamentos, decoração e mobiliário, deixando nada ou muito pouco para capital de giro.


Calcule os custos fixos e variáveis do seu consultório por pelo menos 6 meses e faça uma reserva de capital de giro.


Nós já assessoramos centenas de profissionais de odontologia e podemos afirmar com muita certeza: o primeiro ano é bem difícil e você vai gastar bem mais do que vai receber. Prepara-se!


Conclusão


Nesse artigo nós quisemos expor para você que tem a intenção de abrir um consultório odontológico 5 passos que são fundamentais para aumentar suas chances de sucesso.


Se você busca uma empresa especializada em abertura de consultórios odontológicos, entre em contato e converse com um de nossos especialistas em consultoria para dentistas.


Senior Marketing

Abertura de clinicas e consultórios odontológicos

(11) 3254-7451

atendimento@seniormarketing.com.br